sexta-feira, 9 de junho de 2017

Novamente a Vida


Novamente a Vida




clamor
estética de todos os quereres
a rasgar o semblante que espelha a alegria
entorna em si
a lágrima que não cai mais
a atropelar a dor
e a ansiedade
e
num conjunto quase imediato
de certezas
restitui a graça e a beleza
dessa alma

que sofreu




Eliana Mora, 08/6/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui, quem agradece tua mensagem é a Poesia.

De lá e de cá da fronteira

De lá e de cá da fronteira Águas divididas leste dos momentos percebidos e das tão desejadas alforrias Onde como até que dia esperar por...