segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Insano


Insano



o choro corria face abaixo
quase colorido
em pedaços
como que não ousasse ser fraco
e sim muralha
a afastar a vida para longe
tanto ou mais que um desenho
em curva


mas dele caiu
deixou a luz roubar um pouquinho da graça
e do sorriso
virou para outro lado

[e dormiu]




Eliana Mora, 18/09/2017

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Boneca de Cera


Boneca de Cera
 
 

Ao derreter-me ali
sob teu corpo
a escorrer de mim qual vela a arder no fogo
vivifiquei-me em ti
 
pedaços meus em gotas a doar
bagaços de uma luz aleatória,
ambígua
 
e no entanto ainda eu:
tanto para a morte
quanto para a Vida.
 
 
 
Eliana Mora, 11/11/2008
Baú – Poesias Dedicadas

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Novamente a Vida


Novamente a Vida



clamor
estética de todos os quereres
a rasgar o semblante que espelha a alegria
entorna em si
a lágrima que não cai mais
a atropelar a dor
e a ansiedade
e
num conjunto quase imediato
de certezas
restitui a graça e a beleza
dessa alma

que sofreu




Eliana Mora, 08/6/2017

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Do que se faz para viver


Do que se faz para viver


Pelo meu sentir
gotas coloridas se misturam ao sangue
que corre aqui
e assim
sou aquela que lê o azul
nas linhas meio apagadas das dores
e o traz de volta
na forma de desenhos faiscantes
misteriosos
como fossem linhas retiradas
do fundo do desejo mais forte
de estar
de viver
de continuar 


[comigo mesma]




Eliana Mora, 31/8/2017

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Depois de tudo, a luz


Depois de tudo, a luz 



Enfim sonhei
sonhos esverdeados
que ficarão aqui

a transformar-se em luzes

Elas inundarão minha casa
e minha alma
a brilhar
[que há tanto tempo não sei de vê-las]


E assim 
vou sossegar meu peito
e rabiscar venturas


no papel



Eliana Mora, 22/8/2017

domingo, 20 de agosto de 2017

Em pensamento


Em pensamento



adivinhei
fotografei
até sonhei fagulhas
escrevi muito poema
andei por estradas nuas
sonatas lilás cantei
mas sequer chegou o dia
de ver-te aqui



[e acordei]   




Eliana Mora, 16/8/2017

sábado, 12 de agosto de 2017

Daniel


Daniel


Uma surpresa para você: dentro da luz verde uma verdade. 
Você é um pai maravilhoso. 
É o 'segredo' que o Rafael e a Julinha sempre sonharam [sem saber] em ter.
Por isso vou deixar o 'mistério' falar mais alto. Porque você é curioso!
Para que possas 'sonhar' nele.

Feliz Dia do Papai!



Eliana Mora, 12/8/2017

Insano

Insano o choro corria face abaixo quase colorido em pedaços como que não ousasse ser fraco e sim muralha a afastar a vida para l...