quarta-feira, 21 de junho de 2017

Fonte da Saudade


Fonte da Saudade



redonda
cachos delicados a luzir
em suas cálidas lembranças
sua vida a perder-se
sempre quieta
como se o silêncio fosse fonte
de um passado
que precisasse quieto


ficar




Eliana Mora, 21/06/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui, quem agradece tua mensagem é a Poesia.

P e d i d o

P e d i d o Olha para mim [sei que cresci] mas não deixa de procurar a menina aquela que se esconde no meu olho aquela que gu...