quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

D e l í r i o


Delírio


Nem a lua
nem o sol
nem o vento
tantos mais lugares
saberão de ti

No meu pensamento
sou tu, poeta amado

assim, olhar assustado
olhos fixos n'algum lugar

[como gato de rua
que ainda nem nasceu
]



Eliana Mora, dez/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui, quem agradece tua mensagem é a Poesia.

Um passeio de Amor O ramo perdido estava ali. Me perguntei se por acaso ele queria voltar ao j...