sábado, 1 de outubro de 2016

O que não se explica


O que não se explica




Amante do medo
- a rastejar pelos céus
de si mesmo.



Invisível,
o tempo sorri.



Eliana Mora, 30/9/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui, quem agradece tua mensagem é a Poesia.

P e d i d o

P e d i d o Olha para mim [sei que cresci] mas não deixa de procurar a menina aquela que se esconde no meu olho aquela que gu...