quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Briga de Flor [Ah, quem dera]



 Briga de Flor

[Ah, quem dera]



O cravo e a rosa.

Uma briga
mais do que comum


um sorriso que falta

uma dor que se cala

discussão que não se 

explica

Ou apenas 
um amor 


[que não deu certo]




Eliana Mora, agosto/2015

Um comentário:

Postar um comentário

Aqui, quem agradece tua mensagem é a Poesia.

Dos lucros e das perdas

Dos lucros e das perdas   A mim pertence o que sempre gostei aquilo que sonhei se consegui ou não tornar realidade a mim o meu fervor...