segunda-feira, 23 de março de 2015

Antes, como Agora


Antes, como agora



Viver
é muito mais
do que tocar a própria pele
abrir os olhos
andar 
dormir
comer

Viver
é um insulto
quando não se pode 
conceber um simples fato

fazer o ato de amor
prevalecer



Eliana Mora, out/1995
[Baú]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui, quem agradece tua mensagem é a Poesia.

De lá e de cá da fronteira

De lá e de cá da fronteira Águas divididas leste dos momentos percebidos e das tão desejadas alforrias Onde como até que dia esperar por...