sábado, 17 de agosto de 2013

Agora, em Paz





Agora, em Paz




Ares de garça.
Aquele andar meio dança, meio passo de soldado.
O nome secreto, como dos espiões.
O céu nos olhos. Saudade, mãe.
 


 


Eliana Mora 17/8/2013
Para Tzila

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui, quem agradece tua mensagem é a Poesia.

Insano

Insano o choro corria face abaixo quase colorido em pedaços como que não ousasse ser fraco e sim muralha a afastar a vida para l...