quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Para Chopin





Para Chopin
 

Noturnos olhos  
de sol a se por  
de como conceber a tão pura 
escuridão  
musa e gueixa de um mundo 
pintado de som  
mundo fechado na alma  
nos dedos  
de um compositor


Eliana Mora, 23/12/12

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui, quem agradece tua mensagem é a Poesia.

Insano

Insano o choro corria face abaixo quase colorido em pedaços como que não ousasse ser fraco e sim muralha a afastar a vida para l...