quarta-feira, 17 de outubro de 2018


Desenho interno 



Um país
uma força que brilhava
e por vezes açoitava


uma coisa que nada
nem ninguém 

poderia deter

Uma conquista
que já veio pronta
um caso
uma casa
um adorno do meu ser

Nunca
jamais

o trairia


Eliana Mora, 17/10/2018



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui, quem agradece tua mensagem é a Poesia.

O que o Novo pode

O que o Novo pode O que nasce é absolutamente novo chega assim como filho e nos adota [como a beleza da palavra] Elian...