quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

A r d o r



Ardor



Chamamento difícil de se encontrar
aquele que fica numa espécie
de memória da pele
e dos sentidos

Parece doer
e se esconder
para voltar vivo
dentro de cada história

desnorteia
segura-se nas teias
nos desvãos
e vem brincar de novo com nossa sensação
nova ou antiga

Nem todo chamamento
é mesmo
de alguma religião

pode ser apenas
tão somente
de viver

a própria vida



Eliana Mora, 20/02/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui, quem agradece tua mensagem é a Poesia.