terça-feira, 6 de novembro de 2012

Entre o som e o Silêncio

  


Entre o som e o Silêncio



Aqui
tua presença é densa partitura
chegas para perpetuar vida
preencher destinos


Aqui
tua ausência rasga o traço cor de sangue
é chaga no alto da chama do amor
luminosa, quente


[a resplandecer no silêncio




Eliana Mora, 24/7/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui, quem agradece tua mensagem é a Poesia.

Uma vez mais, grata Aquela mão prateada entrou ali na minha lembrança a dedilhar o violino como se nada mais tivesse a fazer neste mund...